Archive for Março, 2012

O Ciências na Escola, por razões óbvias, aderiu à Hora do Planeta 2012.

Porque cremos ser urgente sensibilizar para a utilização racional dos recursos como forma de luta contra as alterações climáticas e em prol do desenvolvimento sustentável, iremos manter as “luzes” desligadas por alguns dias. Sugerimos aos nossos leitores que abdiquem da utilização do computador e não nos visitem nos próximos dias.

A Ciência Viva dirigiu um convite às professoras Andreia Massano e Célia Neves, da EB 2,3 Mário de Sá Carneiro, do Agrupamento de Escolas de Camarate, para participarem no Encontro do projeto Fibonacci (Deepening the Specificities of Inquiry in Natural Sciences), em Paris.

O referido convite surgiu no âmbito da participação das referidas professoras no projeto europeu Fibonacci, que envolve a dinamização de atividades na escola de acordo com os princípios da abordagem IBSE.

Foi assim que participámos neste encontro que decorreu entre os dias 21 e 23 de Março, no International Centre for Pedagogical Studies (CIEP), Sèvres, France. Este encontro consistiu numa experiência muito interessante, sobretudo pela partilha de informação e aprendizagem com os parceiros dos vários países envolvidos no projeto.

Disponibilizamos aqui o programa do referido encontro.

 

 

 

O Dia Mundial da Água celebra-se anualmente a 22 de Março. Vários países organizam eventos para celebrar a ocasião e alertar as populações para a necessidade fundamental da preservação do recurso natural.

 

 

A comemoração surgiu no âmbito da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento e Ambiente que decorreu na cidade do Rio de Janeiro, em 1992.

Os países foram convidados a celebrar o Dia Mundial da Água e a implementar medidas com vista à poupança deste recurso e a promover a sua sustentabilidade.

Também na nossa escola conversámos sobre a importância da água e sobre a necessidade de a utilizar de forma racional, especialmente em períodos de seca como acontece atualmente em Portugal.

 (desenho de Carolina Mendes, 5ºF)

 

O primeiro Dia da Árvore foi celebrado  no dia 10 de Abril de 1872 em Nebraska, EUA.

O seu mentor foi  o jornalista e político Julius Sterling Morton, que incentivou a plantação de árvores nesse Estado. Em homenagem ao seu impulsionador,  J. Morton. o dia da Árvore é comemorado nos EUA no dia 22 de de Abril.

Em Portugal, o Dia da Árvore comemora-se com a chegada da Primavera, no dia 21 de Março uma vez que nos encontramos no hemisfério norte.

Com a chegada da Primavera, as flores desabrocham e as árvores parecem abrir os galhos, como se fossem braços para receber a luz do sol. Tudo se transforma num mundo de cores.  As plantas ficam viçosas, a relva verde e o céu azul.

É o anúncio da chegada da Estação das Flores.

 

 

 

Também na nossa escola comemoramos este dia tão importante. Fizemos desenhos, colagens, conversámos sobre a importância de preservar as florestas e plantámos algumas roseiras.

 

 

O grupo de professores a realizar a formação do projeto Fibonacci inscreveu a escola no projeto Greenwave – projeto europeu que convida grupos de alunos a identificarem marcas da primavera na natureza.

Assim, teve início esta semana, a monitorização de três árvores (Freixo, Choupo e Acácia bastarda) que se encontram no recinto escolar da Escola EB 2,3 Mário Sá Carneiro. Nestas árvores podem já observar-se pequenos sinais de que a primavera está quase a chegar!

Aqui ficam as primeiras fotografias:

 

Freixo (7 de Março de 2012)

 

Choupo (7 de Março de 2012)

 

Acácia bastarda – Robínia pseudoacácia (7 de Março de 2012)

No âmbito de uma parceria Ciência Viva/ CIBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos), alguns professores de Ciências da Natureza irão participar na campanha “Charcos com Vida”.

 

A Campanha “Charcos com Vida” pretende incentivar os participantes a descobrir, valorizar e investigar os charcos e a sua biodiversidade. Para tal, são convidados a realizar um conjunto de atividades de exploração científica e pedagógica, que visam contribuir para o conhecimento da biodiversidade e importância destes habitats, bem como sensibilizar e mobilizar a comunidade escolar e local para a preservação dos charcos enquanto reservatórios de biodiversidade e laboratórios vivos.

Assim, será construído um charco na nossa escola e o local já foi escolhido!

Ontem dia 5 de Março começou a “Hora do conto“, no âmbito do projeto “Morcega-te”, na EB1 /JI de Fetais.

Participaram 3 turmas do Jardim de Infância, as educadoras Elizabete, Cláudia e Celeste e a professora bibliotecária, Maria do Céu Moço.

A história apresentada foi o powerpoint do projeto ” Vamos pintar de todas as cores os morcegos da Mata dos Medos”, de Pilar Miguel e a atividade baseou-se na história; como a bruxa má queria apanhar os morcegos para os por todos da mesma cor, a fada com asas de brisas teve a ideia de pintar os morcegos de todas as cores para que não fossem para o caldeirão da bruxa. Assim os alunos pintaram os morcegos que foram montados em bandoletes que colocaram na cabeça.

Aqui ficam algumas fotografias destes morceguitos que escaparam do caldeirão da bruxa…

Contributo das professora Maria do Céu Moço e educadoras Elizabete, Cláudia e Celeste ( EB1 /JI Fetais)

Começou hoje na EB1/JI de Fetais  a atividade Hora do Conto, que decorrerá de  5 a 15 de Março, no âmbito do projeto Morcega-te.

 

Divulgaremos neste blogue o trabalho desenvolvido pelas turmas inseridas nesta atividade!

Contributo da professora bibliotecária Maria do Céu Moço (EB1 / JI dos Fetais) 

 

Um bom recurso para uma sessão sobre morcegos com os nossos alunos.

Contributo da Professora Andreia Massano

O Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) publicou na página do Ano do Morcego uma pequena amostra das atividades já desenvolvidas  neste âmbito por inúmeras escolas do país. Nesta pequena amostra foram publicadas as fotografias das máscaras-morcego criadas pelo 5ºE, recentemente divulgadas neste nosso blogue. Parabéns aos alunos desta turma e aos professores que os orientaram.

Vale a pena ver também as fotografias de atividades realizadas por outras escolas.